Seguidores

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

MÊS DA BÍBLIA


“Desconhecer as Escrituras é desconhecer o Cristo”



“Desconhecer as Escrituras é desconhecer o Cristo”, com essa frase, de São Jerônimo, que a Igreja celebra, nesse mês de setembro, o Mês da Bíblia. Neste ano, o estudo proposto pela Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), será o Livro do Êxodo, capítulos 15,22 a 18,27, que é conhecido como o “Livro da Travessia”.O Mês da Bíblia tem como tema “Travessia, passo a passo, o caminho se faz”, e o lema “Aproximai-vos do Senhor”.O presidente da Comissão para a Animação Bíblico-catequética e arcebispo de Pelotas (RS), dom Jacinto Bergmann, escreveu uma mensagem para toda a comunidade cristã que celebra o Mês da Bíblia.
Dom Jacinto pede que todos procurem viver intensamente o esse mês, em todas as comunidades cristãs espalhadas pelo território nacional. “Que bom que temos um Subsídio elaborado pela Comissão para a Animação Bíblico-catequética, que, usado em nossos Grupos Bíblicos, nos ajudará a conhecer e interpretar, a comungar e orar, a evangelizar e proclamar a Palavra de Deus e assim caminharmos sempre mais para uma verdadeira animação bíblica da pastoral, formando entusiastas discípulos missionários de Jesus Cristo”, destacou.
“Livro da Travessia”
Êxodo capítulos 15,22 a 18,27
Tema “Travessia, passo a passo, o caminho se faz”, 
e o lema “Aproximai-vos do Senhor”


O Subsídio
O Subsídio apresenta vários textos para estudo, reflexão, oração e prática para o Mês da Bíblia de 2011. Não pretende dizer tudo, mas apontar pistas para o trabalho individual e comunitário. Foi pensado como material de apoio, isto é, traz elementos informativos a serem desenvolvidos posteriormente e indica também roteiros práticos, que podem orientar grupos de reflexão e leitura orante sobre o assunto.
Leia abaixo a íntegra da mensagem de dom Jacinto Bergmann, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética da CNBB.
Mês da Bíblia
Mês de Setembro para a nossa Igreja no Brasil já é, por uma bonita tradição, sinônimo de MÊS DA BÍBLIA. O grande São Jerônimo, presbítero e doutor, cuja memória celebramos no final do mês de setembro, dia 30, nos motivou desde o início e motiva ainda hoje para a dedicação do mês de setembro inteiro para ser o da Bíblia. Sabemos da importância do trabalho bíblico de São Jerônimo realizando a tradução da Vulgata; e sua frase é emblemática: “Desconhecer as Escrituras é desconhecer o Cristo”.
Também já é uma bonita tradição, a CNBB, através da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, oferecer um tema para o Mês da Bíblia para o estudo, a reflexão, a oração e a vivência da Palavra de Deus. O tema pode girar ou em torno de trechos bíblicos, ou de um Livro bíblico, ou até de um conjunto de Livros bíblicos. A escolha do tema para o Mês da Bíblia deste ano de 2011, concentrou-se no trecho do Livro do Êxodo, capítulos 15,22 a 18,27, que é conhecido como o “Livro da Travessia”. É necessário olharmos as etapas da travessia desértica do Povo de Deus, saindo do Egito e buscando a Terra Prometida: as dificuldades enfrentadas pelo Povo de Deus, tanto os problemas da natureza, quanto os desafios oriundos pela convivência humana, criaram a necesidade de enraizar e vivenciar a fé, a esperança e o amor em Deus. Queremos aprender com o Povo de Deus a realizarmos a nossa travessia de discipulado e missão. Eis, pois, o tema tão propício para o Mês da Bíblia de 2011: “Travessia, passo a passo, o caminho se faz”. Mas, o fundamental em tudo isso, é estar próximo ao Senhor Deus. Assim, do capítulo 16, versículo 9, é tirado também o lema: “Aproximai-vos do Senhor”.
Vamos viver intensamente o Mês da Bíblia em todas as nossas comunidades cristãs espalhadas pelo território nacional. Que bom que temos um Subsídio elaborado pela Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, que, usado em nossos Grupos Bíblicos, nos ajudará a conhecer e interpretar, a comungar e orar, a evangelizar e proclamar a Palavra de Deus e assim caminharmos sempre mais para uma verdadeira ANIMAÇÃO BÍBLICA DA PASTORAL, formando entusiastas discípulos missionários de Jesus Cristo.
Dom Jacinto Bergmann,
Arcebispo de Pelotas e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética
"BUSCAI AO  AO SENHOR ENQUANTO SE PODE ACHAR, INVOCAI-O ENQUANTO ESTÁ PERTO."
Isaías 55, 06


Posted: 01 Sep 2011 01:22 PM PDT
 Prepare o ambiente: Faça um caminho no chão com pedras e no centro coloque desenhos de pés cortados, que podem ser feitos de cartolina colorida. E no final do caminho, coloque a Bíblia aberta, com uma vela acesa e flores ao lado. E uma Bíblia fechada, com uma vela apagada e flores murchas do outro lado.


 Em um recipiente bem bonito, como uma grande taça por exemplo, coloque vários pirulitos em formato de pezinhos, encontrados em qualquer loja de doces, que deverão ser lavados e secos, para que possam ser utilizados na hora da dinâmica. (Lavados e secos, mas continuam na embalagem)
E encha uma caixinha a sua escolha com balinhas ou jujubas no formato de coração.


Dinâmica:
Inicie perguntando as crianças o que é a Bíblia para cada uma delas? (Deixem que falem)
Vocês leiam a Bíblia, crianças? Sempre! Diariamente? Porque?
Vocês sabiam que nela está contida a Palavra de Deus e que ela ilumina o nosso caminho?
Alguém aqui já leu a Bíblia inteirinha?
Vamos agora fazer uma experiência?
Muitas pessoas dizem que a Bíblia tem muitas estórias, é muito grande e às vezes, até chatinha para ser lida diariamente. E o mais engraçado é que muitas dessas pessoas nunca experimentaram parar um minutinho para ler algum livro que faz parte da Bíblia. Então, como podemos saber se ela é legal ou não se nós não a experimentarmos?
Peguem cada um 1 pirulito dentro da taça e reparem o formato do pezinho. Pensem que são seus pés, em direção aos caminhos de nosso amigo Jesus. Agora coloquem na boca sem tirar a embalagem e sintam o sabor... (Explique que os pirulitos foram lavados) e deixem falar, pois com certeza reclamarão. Agora retirem a embalagem e experimentem o doce sabor...
Assim é a nossa vida com a Palavra de Deus. Devemos lavar o nosso coração, rezar e pedir a luz do Espírito Santo para iluminar a nossa mente, para que assim possamos ouvir e sentir o que Deus nos fala.
Peçam para que reparem na diferença das duas Bíblias, fechada e aberta. Quando em nossa casa a Bíblia fica exposta, servindo apenas para enfeite, ela fica cheia de poeira e assim fechada, não podemos ouvir Deus falando conosco. Nossa vida fica apagada como essa vela e nossas flores do coração, murcham, nos deixando tristes.


Já o contato diário com a Bíblia, acende a luz do nosso coração, abre os nossos ouvidos para ouvir o que Deus quer falar conosco e deixam nossas flores bonitas e cheias de vida.
Mas também há um porém...
Onde devemos guardar as Palavras de Deus em nossa vida? (Deixar que respondam)
No coração! (Pedir que peguem suas balinhas ou jujubas de coração e ofertar ao seu amigo ao lado.
Exatamente. Em nosso coração para que assim possamos passar para os nossos irmãos e não guardá-la conosco...
Termine o seu encontro reforçando a importância das Palavras de Deus em nossa vida e pedindo que não esqueçam de levar a Palavra de Deus a cada encontro da catequese.
(Escreva a Oração do Espírito Santo numa cartolina) e termine esse encontro fazendo essa oração com eles. Imprima a imagem abaixo e dê para colorir.

Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Ó coração Imaculado de Maria, repleto de bondade, mostrai-nos o vosso amor. A chama do vosso Coração, ó Maria, desça sobre todos os homens! Nós vos amamos infinitamente! Imprimi no nosso coração o verdadeiro amor, para que sintamos o desejo de Vos buscar incessantemente. Ó Maria, vós que tendes um Coração suave e humilde, lembrai-vos de nós quando cairmos no pecado. Vós sabeis que todos os homens pecam. Concedei que, por meio do vosso materno e Imaculado Coração, sejam curados de toda doença espiritual. Fazei que possamos sempre contemplar a bondade do vosso materno Coração e convertamo-nos por meio da chama do vosso Coração. Amém.