Seguidores

sexta-feira, 30 de março de 2012

DOMINGO DE RAMOS E SEMANA SANTA


Domingo de Ramos

É o último domingo da Quaresma, em que se comemora a entrada de Jesus em Jerusalém, consumando o seu mistério pascal.O Domingo de Ramos,  que é também do da Paixão do Senhor, dá início à Semana Santa com a procissão dos ramos. Segundo os Evangelhos, Jesus foi para Jerusalém para celebrar a Páscoa Judaica com os(discípulos). Entrou na cidade como um Rei, mas sentado num jumentinho - o simbolo da humildade - e foi aclamado  como o Messias, o Rei de Israel. A Igreja recorda os louvores da multidão que cobriu de ramos e mantos os caminhos para Jesus passar, dizendo: "Hosana ao Filho de David. Bendito o que vem em nome do Senhor". (Lc 19, 38 - Mt 21, 9). Com nossos ramos, durante a procissão, manifestamos nossa fé em Jesus como Rei e Senhor. Isto aconteceu alguns dias antes da sua Paixão, Morte e Ressurreição. A Páscoa Cristã celebra então a Ressurreição de Jesus Cristo. 


Semana Santa - Tríduo Pascal

Quinta-feira Santa: - Cerimônia do Lava-pé 
                                 -  Instituição da Eucaristia 
                                 -  Instituição do Sacerdócio 
  
A cerimônia do Lava-pés acontece na quinta-feira santa e recorda o gesto de Jesus de lavar os pés de seus discípulos e dizer: “Sede assim uns com os outros” – ou seja, devemos servir uns aos outros, com total humildade, gratuidade e amor.

Nessa mesma quinta-feira, a Igreja celebra a Ceia do Senhor. Nela, Jesus Cristo oferece a Deus-Pai o seu Corpo e Sangue na forma de Pão e Vinho, e os entrega aos Apóstolos para comer e beber. E manda que                ofereçam aos seus sucessores. É a Eucaristia. Neste dia após a missa acontece a "vigília eucarística".

Depois disso, Jesus vai ao Getsemani para orar e é preso e condenado.

Sexta-feira Santa

Celebra-se a paixão e morte de Jesus Cristo. O silêncio, o jejum e a oração marcam este dia, mas não deve ser vivido em clima de luto, mas de profundo respeito diante da morte do Senhor que, morrendo, foi vitorioso e trouxe a salvação para todos, ressurgindo para a vida eterna.
Neste dia, não se celebra a Santa Missa. Às 15:00 horas, momento em que Jesus morreu, celebramos a Paixão e Morte do Senhor


Sábado Santo

No Sábado Santo ou Sábado de Aleluia (Alegria), celebramos a "Vigília Pascal".
A Vigília Pascal é a memória da noite santa da ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo.
A Igreja mantém-se de vigília à espera da vitória do Senhor sobre a morte.
Cinco elementos compõem a liturgia da Vigília Pascal: 

  • a benção do fogo novo e do Círio Pascal; 
  • a proclamação da Páscoa, que é um canto de júbilo anunciando a Ressurreição do Senhor ;
  • a liturgia da Palavra, que é uma série de leituras sobre a história da Salvação; 
  • a renovação das promessas do Batismo e, por fim, 
  • a liturgia Eucarística.
Domingo de Páscoa

A palavra PÁSCOA vem do hebreu PESSACH e significa PASSAGEM.
A Páscoa dos judeus é a passagem da escravidão para a libertação que ocorreu muitos anos antes de Cristo, quando Moisés conduziu o povo hebreu para fora do Egito, guiado por Deus. É celebrada pelos judeus todos os anos, desde o antigo testamento até hoje.
Jesus também celebrava a Páscoa, pois era judeu. Foi por isso que Ele ceou com seus discípulos. Condenado à morte na cruz e sepultado, ressuscitou três dias após, num domingo, logo depois da Páscoa judaica.

A Ressurreição de Jesus Cristo é centro da nossa fé.

Através da sua ressurreição, Jesus prova que a morte não é o fim e que Ele é, verdadeiramente, o Filho de Deus. Nossa Páscoa é a passagem da morte para a vida. O medo dos discípulos por causa da morte de Jesus na Sexta-Feira transforma-se em esperança e júbilo no Domingo da Páscoa.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Consagração ao Imaculado Coração de Maria

Ó coração Imaculado de Maria, repleto de bondade, mostrai-nos o vosso amor. A chama do vosso Coração, ó Maria, desça sobre todos os homens! Nós vos amamos infinitamente! Imprimi no nosso coração o verdadeiro amor, para que sintamos o desejo de Vos buscar incessantemente. Ó Maria, vós que tendes um Coração suave e humilde, lembrai-vos de nós quando cairmos no pecado. Vós sabeis que todos os homens pecam. Concedei que, por meio do vosso materno e Imaculado Coração, sejam curados de toda doença espiritual. Fazei que possamos sempre contemplar a bondade do vosso materno Coração e convertamo-nos por meio da chama do vosso Coração. Amém.